Fugindo do frio
O autêntico kitesafari, organizado pela maior operadora de turismo de kitesurf do Brasil. Evolução garantida: 9 dias de imersão total no Kitesurf, viajando por locais inesquecíveis, downwinds, ondas e flats, na companhia de quem entende do assunto e faz a atividade acontecer. Fuja do frio e do crowd e venha curtir essa aventura!

A fuga inicia na segunda quinzena de julho e se estende até outubro. Durante esse tempo, a Mangaviento migra para suas bases no Ceará: Guajiru / Fleixeiras, durante a Costa dos Ventos e Jericoacoara, durante a Rota das Emoções, onde recebe turmas de fugitivos todos os sábados, para um período de permanência de 9 dias.

Programação básica da COSTA DOS VENTOS - Costa oeste do Ceará, julho e agosto.

Primeiro dia - sábado: recepção no aeroporto, no horário pré-determinado e translado para o hotel base em Guajiru / Fleixeiras. 

Segundo dia - domingo: ACLIMATAÇÃO. Um velejo local, podendo ser flat ou de ondas (dependendo do propósito da turma), fácil e raso, reconhecimento do local e preparação para a semana de atividades com muito kitesurf, viagens, fotos e filmes.

Terceiro dia - segunda-feira: segundo dia de adaptação, onde os fugitivos começam desfrutar de um período maior de sol e velejo. Geralmente fazemos um downwind com os mais independentes e velejo local para os menos.

Quarto dia - terça-feira: seguimos rumo ao extremo oeste, curtindindo a aventura em 4x4 desfrutando um deslocamento de aproximadamente 100 km pela beira mar - dependendo da maré. O ponto de chegada é Icaraizinho de Amontada, uma praia tranquila, frequentada por europeus e americanos interessados em velejar de windsurf e kitesurf sem o crowd dos lugares mais conhecidos. O local propicia pelo menos dois flats de mar e locais de ondas, nas condições adequadas de maré, um downwind de 7 km até o flat de Moitas, 9 km até o Rio Aracatiaçu e 12 à Patos ou 30+, até a Ilha do Guajiru. Geralmente permanoitamos na região

Quinto dia - quarta-feira: temos inúmeras opções de atividades: Patos, Ilha do Guajiru, downwind de mangues e braços, podendo chegar à 40km muito fáceis, Espraiado, Arpoeiras, Mundaú, Preá até Jericoacoara. Pernoite mais provável é Jericoacoara.

Sexto dia - quinta-feira: na volta deJericoacoara, temos algumas atividades de flats, lagoas, braços de mar e downwinds com e sem ondas, que dependerão do nível e propósito de velejo do pessoal e da condição da maré. 

Sétimo dia - sexta-feira: atividades de nível mais elevado, pondo a prova a experiência adquirida na semana. Algumas vezes ficamos até a metade do dia à beira mar, mas é hora de retornarmos ao hotel base.

Oitavo dia - sábado: dia de explorar melhor as redondezas da base: Paracurú, Capim-açu, Lagoinha, Guajiru, Fleixeiras, Emboaca, Mundaú ou Baleia. Bons locais tanto para downwinds quanto atividades locais. Muitas piscinas naturais e tudo muda muito conforme a maré. À noite, é a vez de receber o pessoal da próxima semana, acalmá-los, contar as aventuras vividas e até acoselhar o que há de melhor na programação.

Nono dia - domingo: hora de se despedir dos ventos do extremo-nordeste, translado ao aeroporto em horário definido.

 

Programação básica da ROTA DAS EMOÇÕES - Ceará/Piauí e Maranhão, setembro/outubro.

Primeiro dia - sábado: recepção no aeroporto – em horários pré-determinado e translado para o hotel base em Jericoacoara. 

Segundo dia - domingo: ACLIMATAÇÃO - exposição controlada ao sol e velejos com curto tempo de duração. Uma atividade local, entre Mundaú, Barrinha, Preá, Jericoacoara, Guriu, Tatajuba ou Camocim, podendo ser flat ou de ondas (dependendo do propósito da turma), fácil e raso, reconhecimento do local e preparação para a semana de atividades com muito kitesurf, viagens, fotos e filmes.

Terceiro dia - segunda-feira: segundo dia de adaptação, onde os fugitivos começam desfrutar de um período maior de sol e velejo. Geralmente fazemos um downwind para iniciar os trabalhos ou um velejo local para os menos os menos experientes.

Quarto dia - terça-feira: seguimos rumo  ao Piauí e Maranhão, curtindindo a aventura em 4x4 desfrutando um deslocamento de aproximadamente 90 km pela beira mar - dependendo da maré. O ponto de chegada é Maceió de Camocim, uma praia tranquila, frequentada por poucos europeus interessados em velejar de windsurf e kitesurf sem o crowd dos lugares mais conhecidos. O local propicia alguns flats de mar e locais de ondas boas e fáceis, nas condições adequadas de maré, um downwind que pode variar de 10 à 60 km. Geralmente permanoitamos na região.

Quinto dia - quarta-feira: temos inúmeras opções de atividades: downwind até Barra Grande/Piauí, velejo em BG, velejo na foz da Barra Grande, velejo em Macapá ou downwind de Macapá à Atalaia. Pernoite geralmente em Macapá ou Parnaíba/Piauí.

Sexto dia - quinta-feira: Viagem de barco desde o Porto dos Tatus à foz do Delta do Parnaíba, Ilha de Poldros/Maranhão, onde realizamos um velejo nos bancos de areia e no mar, podendo alcançar a praia do Sal. Mais tarde, almo-janta na Ilha das Canárias e retorno ao Porto. Pernoite em Parnaíba ou Macapá/Piauí.

Sétimo dia - sexta-feira: voltamos ao Ceará, com velejo em Camocim ou Jericoacoara. Pernoite no hotel base em Jericoacoara.

Oitavo dia - sábado: dia de explorar melhor as redondezas da base, conforme a maré, realizar uma das melhores atividades a fim da turma. À noite, é a vez de receber o pessoal da próxima semana, acalmá-los, contar as aventuras vividas e até acoselhar o que há de melhor na programação.

Nono dia - domingo: hora de se despedir dos ventos do extremo-nordeste, traslado ao aeroporto em horário definido.

Programação sujeita a alterações conforme marés, fases da lua e vontade do grupo.

Está incluso no pacote:

  • Traslado do aeroporto à pousada e pousada ao aeroporto – horários definidos;
  • Traslado todos os dias para os locais das  atividades;
  • Programação 100% voltada ao kitesurf e acompanhamento técnico full time da equipe Mangaviento, proporcionando a evolução no esporte;
  • Diárias em todos hotéis e pousadas viagem;
  • Café da manhã reforçado;
  • Cobertura fotográfica, onde colocaremos à disposição um notebook com todas as fotos para que os fugitivos possam copiar as fotos. As fotos são feitas pelos instrutores que tem curso de fotografia e equipamentos profissionais.
     
A escola de kitesurf mangaviento, localizada em Porto Alegre, Varzinha em Viamão e, Palmital em Osório, RS, possui instrutores certificados pela IKO desde 2008, profissionais altamente qualificados para a prática do kitesurf. Possui venda de equipamentos novos e usados. O pioneirismo do kiteschool no Brasil, com 12 anos de experiência, faz da mangaviento a melhor escola de ensino do kitesurf do Rio Grande do Sul.
Todos os direitos reservados Mangaviento. All rights reserved (C) 2017 Desenvolvimento: INVENTA Brand Design Web